Categorias

Mais recentes

CLUBE FAZENDA NOTA 10

CLUBE FAZENDA NOTA 10! INICIATIVA AJUDARÁ QUEM NÃO CONSEGUE MEDIR OS NÚMEROS DO REBANHO

11 de Outubro de 2023

Leia mais

Mais visitados

Aprofunde-se no plano de negócios, pois na prática, nem tudo dá certo

Era o aluno mais motivado de uma turma de um de nossos cursos de gestão de fazendas. A mudança seria radical no projeto, mas ele estava decidido, pois a ideia prometia mui

29 de Março de 2019

Leia mais
Saiba como evitar o desperdício na Pecuária

Para o pecuarista obter maiores índices de lucratividade, em sua propriedade, não basta apenas produzir e vender mais, é necessário também controlar custos e evitar desperdícios, o que acaba ocorrendo

27 de Maio de 2020

Leia mais
Solução Completa para Gestão de Fazendas Lucrativas

A pecuária atual não é mais para amadores, o gerenciamento da empresa pecuária é fundamental. Para ser um excelente gestor, o produtor precisa conhecer os principais indicador

26 de Abril de 2022

Leia mais

Com números nas mãos, pecuarista superou insegurança para dobrar desfrute

A Fazenda Ibiporã, localizada em Pau D’Arco, município próximo a Redenção, no sul do Pará, já era um bom modelo de pecuária de ciclo completo. Mas para aumentar ainda mais o seu desfrute e sem a possibilidade comprar novas áreas, já que as fazendas vizinhas são muito grandes, restou ao seu titular, o pecuarista e médico veterinário Maurício Ribeiro Cordeiro, apostar na intensificação da produção no mesmo espaço.

Entretanto, o pecuarista se encontrava “às cegas”, ou seja, não sabia os números que validariam se o sistema de produção que havia pensado estava livre dos riscos e se seria um bom investimentos. Mas o ingresso de Maurício e de sua propriedade no programa Fazenda Nota 10 mudou essa realidade.

“Quando você tem trabalhadores dedicados, como é o caso da grande parte dos pecuaristas do Brasil, mas que não tem o número na mão, perde-se uma grande oportunidade de prosperar e ganhar dinheiro. Porque se não tem o número na mão, fica com aquela dúvida se pode mais, se pode menos, se está dentro ou fora da referência. Só tendo o número na mão para saber o seu potencial. Vamos imaginar o seguinte: eu estou fazendo uma viagem e não sei quanto tem de combustível. Às vezes eu poderia ir um pouco mais longe, aproveitar aquele momento, mas acabo parando porque eu tenho dúvida se vai acabar a gasolina ou não. Então ter o número na mão, ele dá a deixa do tamanho da oportunidade que a gente tem porque, tecnicamente, hoje nós temos uma oportunidade na pecuária de ganhar 5% do que vale a terra, 20% do que vale o gado e nós estamos falando de R$ 1.500,00, R$ 2.000,00, R$ 3.000,00 e chegando a até R$ 5.000,00 por hectare. Então eu preciso saber onde eu estou para saber quais são as iniciativas para chegar até onde seria o potencial da minha fazenda. E só tendo número eu percebo se o meu problema é lotação, ou se é GMD, se o meu problema é reprodução, se é custo. Então para saber qual botão a gente vai mexer para prosperar, isso só vem com número”, comentou o zootecnista e mestre em produção animal Antonio Chaker, diretor do Inttegra e coordenador do programa de gestão e comparação de resultados Fazenda Nota 10.

Conforme destacou o consultor, o próprio titular da Fazenda Ibiporã, Maurício Cordeiro, é exemplo de um caso como esse. “O doutor Maurício é um grande profissional, um entendedor de pecuária, uma pessoa que ajuda muita gente. Ele é muito trabalhador e tem a grande vantagem de ser um veterinário que tem a sua própria fazenda. Então quando ele comenta, ele diz que ele mesmo faz. E o Maurício está caminhando para ter uma coisa que não é comum, uma produtividade que a gente encontra em propriedades menores do Paraná lá no Norte, no estado do Pará, que tem excelentes fazendas, mas com outra produtividade. Então é no Paraná onde o projeto dele se inspira. Ele já tem uma grande margem, já opera economicamente bem redondinho, mas naturalmente, como um grande profissional, quer mais. E aí ele tem um potencial de realmente dobrar o que ele tem hoje. Essa foi a direção estratégica que ele estabeleceu para o negócio dele junto com o método do Fazenda Nota 10”, enalteceu Chaker.

Conforme destacou o consultor, o próprio titular da Fazenda Ibiporã, Maurício Cordeiro, é exemplo de um caso como esse. “O doutor Maurício é um grande profissional, um entendedor de pecuária, uma pessoa que ajuda muita gente. Ele é muito trabalhador e tem a grande vantagem de ser um veterinário que tem a sua própria fazenda. Então quando ele comenta, ele diz que ele mesmo faz. E o Maurício está caminhando para ter uma coisa que não é comum, uma produtividade que a gente encontra em propriedades menores do Paraná lá no Norte, no estado do Pará, que tem excelentes fazendas, mas com outra produtividade. Então é no Paraná onde o projeto dele se inspira. Ele já tem uma grande margem, já opera economicamente bem redondinho, mas naturalmente, como um grande profissional, quer mais. E aí ele tem um potencial de realmente dobrar o que ele tem hoje. Essa foi a direção estratégica que ele estabeleceu para o negócio dele junto com o método do Fazenda Nota 10”, enalteceu Chaker.

Em entrevista ao Giro do Boi, o veterinário Maurício Cordeiro apresentou sua propriedade e os desafios que tem em mãos. “A nossa propriedade é pequena para os moldes da região, ela tem 165 alqueires, 100 de abertura, e a gente faz ciclo completo. E eu como mexo nessa área de reprodução, e até presto serviço em algumas propriedades aqui na região, hoje eu já aboli o uso de touro na fazenda, a gente não está usando mais touro há três IATFs, com estação de monta definida, ciclo completo. Com relação às feminhas, a gente tem feito (o desafio das) precocinhas, que auxilia muito na produtividade de bezerros por ano. No ciclo completo da desmama até o abate, a gente usa nutrição com proteinado e proteico energético”, revelou.

Plantel de fêmeas da Fazenda Ibiporã são vencedores do desafio das precocinhas. 

Mas Maurício ponderou que fazia o inverso que deveria – ele decidia suas metas a partir das tecnologias escolhidas, quando, na verdade, deveria estipular as metas para então escolher quais ferramentas e tecnologias viabilizariam o alcance dos índices. “Só que acontece o seguinte: a gente vem utilizando isso sem ter definido uma meta final – a gente faz o inverso. Às vezes a gente usa uma ferramenta para chegar no resultado. Mas a gente tem que definir o resultado que a gente quer alcançar e aí usar as ferramentas, processos, pessoas e finanças para alcançar esse resultado. A partir daí, a gente ficou sabendo do programa Fazenda Nota 10, uma parceria do Friboi com o Inttegra, e a gente foi um dos primeiros a comprar a ideia. E pensa na nossa satisfação em você ter os resultados, os números! Nesse início, mais importante do que a gente estar entre as fazendas top rentáveis é saber aonde você está, onde está indo bem e não está indo tão bem, onde que você tem oportunidade de melhorar, para onde tem que ir a partir om as variáveis que você tem que potencializar, o que você tem que trabalhar mais, o que você tem que manter. E nisso aí, o Chaker e a equipe dele, do Inttegra, são feras!”, reconheceu o veterinário.

 Equipe da Fazenda Ibiporã: responsáveis pelos bons resultados da propriedade. 

O produtor revelou como a equipe do Fazenda Nota 10 ajudou a direcionar o próximo passo da Fazenda Ibiporã rumo ao aumento de produtividade. “Eu vou ter que melhorar GMD, que é o ganho médio diário, e aumentar a taxa de lotação. Como eu estou numa região em que as propriedades ao redor são grandes, eu não tenho condição de comprar pequenas áreas. Aí eu entrei em contato com o Chaker e com o Rodrigo Gennari, do Inttegra, e a gente já está estudando projeto para a gente intensificar dentro da própria propriedade, melhorar a produtividade dentro dela, verticalizar o sistema. Com os números, isso foi viável e me dá segurança para que eu possa fazer os investimentos”, confirmou.

 

“O caso da Fazenda Ibiporã, do Maurício, é aquele em que ele já faz bem feito, mas agora tem que fazer mais. Nós identificamos que o projeto vai crescer o número de matrizes, vai mudar o processo com que a recria é feita, vai potencializar a lotação, então é um passo a passo. E o bacana é que quando a gente começou a conversar, ele já estava pensando nessa direção, ele já conhece os fornecedores que vão prestar serviço para fazer, o que é necessário na fazenda, ele já sabe dentro da propriedade quais são as áreas que ele vai intensificar, qual é o próximo passo. Então a Ibiporã, pode anotar, daqui a pouco tempo estará no top 10 rentáveis de todo o Instituto Inttegra porque, na mão do Maurício, qualquer fazenda vai bem! E agora, como ele tem a meta e ele é uma pessoa batedora de meta, ele tem um gadão, faz um trabalho bem feito, já tem as precocinhas, ele vai realmente subir um degrau muito importante e não vai para por aí. Eu acredito que a cada ciclo de quatro anos, a fazenda deve dobrar o resultado dela. Então ela deve continuar trabalhando, vai primeiro dobrar e depois dobrar o que dobrou. Essa é a visão que o Maurício tem”, projetou o consultor. “Dobrar a produtividade é a visão dele. Na última conversa, ele disse que é possível dobrar, que é desafiador, mas é alcançável. Então vamos seguir para dobrar. Já faz muito bem, agora vai fazer muito mais”, completou.

 

Maurício reforçou a importância da contribuição do programa Fazenda Nota 10 no processo. “É desafiador, mas é interessante a busca por esses números. O programa Fazenda Nota 10 é de fácil acesso, fácil manuseio, o Chaker tem uma equipe de suporte lá na plataforma, como o Rodrigo Gennari, que é fera também. E embora seja um negócio simples, não é simplista. Você passa as suas informações diárias e isso te traz um retorno, você tem a facilidade de passar por celular, por computador, então a plataforma é bem interessante e gera um retorno de informação que te dá segurança para tomar decisão”, caracterizou.

 

“Com certeza recomendo! A surpresa foi muito maior porque os resultados vêm rápido. Para se ter ideia, eu entrei no projeto em junho e eu tomei a decisão em dezembro, ou seja, não demora para tomar decisão, não fica naquela indecisão. O apoio é muito bom, a plataforma é muito simples, a equipe é muito competente. Pode fazer que você vai colher resultados gratificantes”, aprovou Maurício Cordeiro.

 

Chaker convidou os produtores para a inscrição no processo seletivo do Fazenda Nota 10. Pecuaristas cadastrados como fornecedores do Friboi ganham subsídio de 75% para participarem. “A gente tem esse grande benefício, que é um desconto de 75% por conta do apoio do Friboi. Restam praticamente 20% das vagas, que estão sendo rapidamente preenchidas. Quem tiver interesse, se cadastre no Fazenda Nota 10, esteja conosco nessa jornada, porque juntos a gente sempre vai mais longe. […] Quando a gente está junto de pessoas boas, a gente consegue fazer a transformação. Aí está o exemplo do Maurício, um grande profissional, um camarada que quando fizer a transformação da fazenda dele, ele vai fazer em muitas outras fazendas e a gente vai subir o sarrafo da pecuária brasileira com o Fazenda Nota 10”, concluiu Chaker.

 

Confira as entrevistas completas com o veterinário e pecuarista Maurício Cordeiro e com o consultor Antônio Chaker pelo vídeo a seguir:

 

https://youtu.be/PcCkKd_Jzzw

 

Fonte: Giro do Boi

 

Link: https://www.girodoboi.com.br/destaques/com-numeros-nas-maos-pecuarista-superou-inseguranca-para-dobrar-desfrute/

26 de Maio de 2021

621

Autor

Inttegra
Inttegra

Título